Inter empata com o Athletico-PR e vê Flamengo encostar na liderança

Inter empata com o Athletico-PR e vê Flamengo encostar na liderança

Inter perde para o Boca Juniors nos pênaltis e está fora da Libertadores
Grêmio volta a vencer o Guaraní e avança às quartas de final da Libertadores
Grêmio vence Cuiabá com gols de Diego Souza e vai às semifinais da Copa do Brasil

Depois de nove vitórias consecutivas, o Inter viu a sequência ser encerrada na noite desta quinta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. O Colorado não jogou bem e ficou apenas no 0 a 0 diante do Athletico-PR. Apesar disso, manteve a sequência de invencibilidade e segue na ponta do Brasileirão.

As melhores chances foram no primeiro tempo, quando as duas equipes botaram uma bola na trave cada. Na segunda etapa, a partida caiu de qualidade e o placar manteve-se inalterado até o fim.

Com o resultado, o Inter segue na liderança do Brasileirão, com 66 pontos, mas viu a vantagem na ponta cair para dois pontos, por conta da vitória do Flamengo sobre o Vasco, que chegou a 64. Na próxima rodada, o Inter enfrenta o Sport, na quarta-feira, às 19h, no Beira-Rio.

Duas bolas na trave no primeiro tempo 

O Inter entrou em campo em busca da décima vitória seguida no Brasileirão sem muitas surpresas. A única dúvida ficou no setor ofensivo. Abel Braga optou por voltar a utilizar Marcos Guilherme entre os titulares. Assim, deixou Caio Vidal no banco de reservas, como opção para o segundo tempo.

Os primeiros quinze minutos foram de domínio total dos donos da casa. O Inter sequer conseguia sair de trás com a bola dominada. O Athletico-PR adiantou suas linhas e posicionou os atacantes entre os volantes, ocupando o campo adversário e trocando passes. Foram duas chances criadas no início da partida.

A superioridade do Furacão por pouco não resultou em gol logo aos 20 minutos. Nikão construiu jogada pela esquerda e a zaga do Inter tentou espanar, mas não pegou em cheio na bola. Ela sobrou na entrada da área para Leo Citadini, que bateu forte. A pancada atingiu em cheio o travessão de Marcelo Lomba, que só observou e torceu para ela não entrar.

Três minutos depois, foi a vez de o Inter colocar a bola no poste. Após cobrança de escanteio, a zaga do Athletico-PR cortou para a entrada da área. Ela se apresentou para Rodinei, que arriscou de muito longe, de perna direita. Ela tocou o pé da trave direita do goleiro Santos, que chegou a cair, mas não alcançou a bola.

Na segunda metade do jogo, as duas equipes esfriaram o ímpeto ofensivo. O Athletico-PR até seguiu mais com a bola, investindo especialmente pelo lado direito de ataque, dando trabalho para Moisés, que sofreu na marcação. Apesar disso, não houve mais chances claras de gol, e a partida foi ao intervalo empatada em 0 a 0.

Jogo cai de qualidade e empate persiste

Com dificuldades para armar o jogo no primeiro tempo, o Abel Braga voltou com o mesmo time após o intervalo. E as posturas também pouco se alteraram. O Athletico voltou a ficar mais com a bola, tocando no campo do Inter. Por sua vez, o Colorado manteve as linhas baixas e esperou os donos da casa atrás da linha da bola, sem conseguir ter uma válvula de escape.

Apagado, Marcos Guilherme, que começou a partida, não conseguiu acrescentar ofensivamente. Tanto é que, aos 23, acabou sacado da equipe, juntamente com Praxedes, que também não contribuiu. Abel Braga optou pela juventude: colocou Peglow e Johnny para tentar obter alguma vantagem no meio campo.

O Athletico-PR até foi mais ambicioso na partida. Paulo Autuori lançou a campo Renato Kayzer, tentando buscar o gol que lhe daria a vitória. Já o Inter manteve a postura defensiva no fim do confronto. O Athletico-PR ensaiou uma pressão no fim. Obrigou Marcelo Lomba a fazer uma boa defesa já no fim da partida, em chute de Vitinho.

Logo depois, outra tentiva. Thiago Heleno cabeceou e a bola passou muito perto da trave de Lomba. Apesar da pressão final, o resultado ficou em 0 a 0 até o fim da partida, e o Inter viu o Flamengo se aproximar na liderança do Brasileirão.

Campeonato Brasileiro – 34ª rodada

Athletico-PR 0

Santos; Jonathan (Zé Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Leo Cittadini (Renato Kayzer), Fernando Canesin (Christian) e Jadson (Reinaldo); Nikão e Carlos Eduardo (Vitinho). Técnico: Paulo Autuori

Inter 0 

Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso (Zé Gabriel), Praxedes, Patrick (Caio), Edenilson e Marcos Guilherme (Peglow); Yuri Alberto (Abel Hernandez). Técnico: Abel Braga

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Richard e Leo Citadini (Athletico-PR); Moisés e Rodrigo Lindoso (Inter)

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data e hora: 04/02, às 21h

*Fonte: Correio do Povo
Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by