Somente após a vacinação é possível retornar as atividades do setor de eventos

Somente após a vacinação é possível retornar as atividades do setor de eventos

Homem anuncia, no Facebook, bicicleta furtada, negocia com o dono e acaba preso em Passo Fundo
Carazinho tem caso suspeito de febre chikungunya
Saída de pista é registrada na ERS-142

Quase um ano sem poder trabalhar, com mais de 100 formaturas canceladas e sem perceptiva de retorno, é dessa forma que o empresário do Gran Palazzo centro de eventos, Adão Cirinei, relata a dura realidade que vive o setor de eventos.

O início da vacinação traz esperança ao empresário, ele ressalta que não existe outra maneira de recomeçar as atividades do setor, a não ser, após a vacinação.

Cirinei esclareceu que existem protocolos encaminhados pelo setor ao município e que foi aprovado pelo comitê de saúde onde autoriza a realização de formatura, mas as Universidades não concordaram com isso.

O empresário destaca que as liberações dependem muito da população. Mesmo com a liberação, ele acredita que isso não irá garantir que as pessoas queiram participar de eventos, pois muitas pessoas ainda preferem se resguardar.

Já foram inúmeros prejuízos causados pela pandemia, além de diversas demissões no setor. Cirinei relatou que se a situação continuar assim, outras muitas demissões podem ocorrer.

Ele teme que as formaturas que estão agendadas para a metade do ano sejam impossíveis de serem realizadas.

 

*Fonte: Uirapuru

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by