Grêmio arranca empate com o América de Cali e avança como líder do grupo na Libertadores

Grêmio arranca empate com o América de Cali e avança como líder do grupo na Libertadores

Grêmio tem empate frustrante diante do Corinthians, com dois a mais no campo
Grêmio vence Cuiabá com gols de Diego Souza e vai às semifinais da Copa do Brasil
Inter leva a virada do Fluminense e perde por 2 a 1 no Beira-Rio

Em uma atuação ruim, com pênalti desperdiçado por Robinho e gol contra de Kannemann, o Grêmio encontrou a igualdade no final, aos 53 minutos. Uma cobrança perfeita de Diego Souza, em outra penalidade, garantiu o empate com o América de Cali por 1 a 1, nesta quinta-feira, na Arena, na partida de encerramento do Grupo E da Libertadores.

Apesar do “tropeço” em casa, o Tricolor manteve a liderança da chave com a derrota do Inter no Chile e terá a vantagem de decidir em casa nas Oitavas de Final.

Jogando bem abaixo, os comandados de Renato Portaluppi até ensaiaram uma melhora no começo do segundo tempo, mas tiveram seu ímpeto freado por mais uma cobrança de pênalti desperdiçada: Robinho, aos seis minutos, mandou nas mãos de Graterol. O castigo veio rápido. No contragolpe, Vergara cruzou e Kannemann desviou para a própria meta sem chances para Vanderlei.

No final, duas emoções controversas. Em lance com Cabrera, Kannemann foi expulso e desfalca a equipe na primeira partida da próxima fase. No entanto, aos 53 minutos, Velasco colocou a mão na bola dentro da área, o juiz assinalou o pênalti, Diego Souza bateu com perfeição e empatou o jogo.

Agora a Libertadores retorna somente no final de novembro. Os confrontos serão sorteados nesta sexta-feira, às 12h e a única regra é de que os primeiros colocados, que decidem em casa, enfrentam os segundo colocados de cada chave. Não há restrição para confrontos de um mesmo país e existe a possibilidade de um novo Gre-Nal. As datas reservadas pela Conmebol para os duelos são: 24 e 26 de novembro (ida) e 1 e 3 de dezembro (volta).

Primeiro tempo de poucas emoções

Ainda que precisasse vencer para se classificar, o América de Cali optou por esperar o Grêmio em seu campo de defesa e não se expor aos contragolpes durante boa parte do primeiro tempo.

O Tricolor, por sua vez, teve mais a bola, mas não tinha ímpeto ofensivo para provocar chances claras de gol. Aos 14 minutos, na melhor chegada até então, Orejuela avançou bem pela direita, e mandou para dentro da área, mas não apareceu ninguém para fazer finalizar.

Após os 30 minutos, o Cali tentou mudar sua postura dentro do jogo e arriscou lances, especialmente com Durvan Vergara. Sempre com dribles pela esquerda, o atacante esbarrava na defesa.

Sem inspiração de nenhum dos lados, foram 45 minutos de poucas finalizações e muitas faltas. O árbitro argentino Fernando Rappilini distribuiu cinco cartões amarelos na parte inicial do jogo: Lucas Silva, Maicon e Kanneman, pelo lado gremista e Segovia e Arrieta do lado colombiano.

Segundo tempo ruim, mas “alívio” no fim

Renato promoveu duas mudanças antes do começo do segundo tempo para mudar o panorama da partida. Isaque e Luiz Fernando entraram nos lugares de Lucas Silva e Orejuela. As trocas logo no primeiro minuto já deram resposta. O atacante recebeu de Pepê, girou e finalizou próximo ao gol de Garterol.

Aos seis minutos, de novo Luiz Fernando. Ele foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Robinho bateu mal e desperdiçou a chance. Logo na sequência, no contra-ataque, Vergara avançou pela esquerda, cruzou na área e Kannemann desviou contra a própria meta sem chances para Vanderlei.

Depois do gol, os comandados de Renato Portaluppi diminuíram o ritmo da volta do segundo tempo e deu muitas espaços para o Cali. Aos 19 minutos, Vergara rolou para Arias, que demorou para finalizar e desperdiçou. Aos 27 minutos, Diego Souza fez jogada pela direita e cruzou na medida, mas Everton mandou para a fora.

No final, em lance com Cabrera, o Tricolor teve o prejuízo de Kannemann receber o segundo amarelo e ser expulso. Aos 53 minutos, o “alívio”. Velasco colocou a mão na bola dentro da área, Diego Souza bateu com perfeição e garantiu o empate no último lance da partida.

Libertadores – 6ª rodada do grupo E

Grêmio 1 

Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann, Diogo Barbosa; Lucas Silva (Isaque), Maicon (Everton), Robinho (Thaciano); Orejuela (Luiz Fernando), Pepê (Ferreira) e Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi

América de Cali 1 

Graterol; Arrieta, Marlon Torres, Segovia e Velasco; Paz, Carrascal, Sierra (Jaramillo) e Moreno (Cabrera); Vergara e Pérez (Arias). Técnico: Juan Cruz Real

Gols: Kannemann (Contra) (07min/2T°) Diego Souza (53min/2T°)
Cartões amarelos: Maicon, Lucas Silva e Thaciano (Grêmio) Segovia, Cabrera, Arrieta e Velasco (América de Cali)
Cartões vermelhos: Kannemann
Arbitragem: Fernando Rapallini (ARG)
Local: Arena
Horário: 21h30min

 

*Fonte: Correio do Povo 

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by