Bombeiro salva bebê de 11 meses engasgado em Santa Rosa

Bombeiro salva bebê de 11 meses engasgado em Santa Rosa

Portal da Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque atinge 100% de transparência, segundo TCE-RS
Metas Fiscais do 1º quadrimestre serão avaliadas em Audiência Pública na Câmara de Não-Me-Toque
Augustin Massey Ferguson inaugura mais uma filial no Paraná

Um bombeiro de Santa Rosa, no Noroeste do Rio Grande do Sul, salvou um bebê que havia se afogado e foi levado pela mãe ao quartel, na noite de quarta-feira (8). As câmeras de segurança do local mostram a mulher, desesperada, entregando Nicole, de 11 meses, de barriga para baixo, ao bombeiro Jacson Simon.

Os pais perceberam que a menina estava com algum problema logo depois que terminaram de dar banho nela. Em casa, tentaram um procedimento, que não deu resultado.

“Eu passei de imediato para manobra. Olhei ali e não vi nada na boca dela, passei a realizar a manobra. Eu dei cinco tapinhas nas costas, entre as escápulas. E vi que ela não reagiu”, conta o bombeiro.

O bombeiro então afirma que partiu para a segunda etapa, e percebeu que houve reação. “Fiz de novo e aí eu senti que ela se mexeu no meu braço, que ela se firmou. Eu levantei pra analisar as vias aéreas, botei bem pertinho de mim. Eu senti que ela voltou a respirar. Abriu os olhinhos. Olhinhos dela ainda bem fraquinhos, mas deu pra ver que ela abriu os olhos e começou a respirar.”

Jacson conta que tem uma filha de quase oito meses, quase do mesmo tamanho do bebê salvo por ele. “A gente tem uma prática para pegar o bebê, virar de um lado para o outro. Então, naquela fração de segundos ali que passa, vem tudo a cabeça, né. A sensação de quando ela voltou a respirar, é de alívio mesmo. Por ter conseguido executar o movimento e ter dado certo”, pontua o bombeiro.

O bebê foi levado para a emergência do Hospital Vida e Saúde, onde permanece internada para novos exames. Segundo os médicos, ainda é cedo para avaliar o risco de sequelas, mas Nicole passa bem.

Segundo o pai da menina, Márcio Rafael Aguirre, o episódio serve de alerta. “Foi uma lição pra gente prestar mais atenção. Peço aos pais que cuidem as crianças”, afirmou.

*Fonte: G1

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by