Secretária de Educação Eli Donatti  relata as adaptações no espaço educacional  em Não-Me-Toque

Foto: Camila Soares

Secretária de Educação Eli Donatti relata as adaptações no espaço educacional em Não-Me-Toque

Não-Me-Toque tem 7 casos confirmados de coronavírus
Unidade de Saúde do bairro Martini em Não-Me-Toque, fica pronta em 30 dias
Morador de Não-Me-Toque, morre em acidente de trânsito na Bahia

A Pandemia Mundial provocou mudanças em todos os setores. As modificações foram além de isolamento, ela transformou a educação presencial em ensino ead. Até então, aulas online era realidade de universidade com o ensino a distância. Segundo o balanço da Unesco de abril, cerca de 1,5 bilhão de crianças e adolescentes estão fora da escola em 188 países em função das regras de isolamento social impostas para conter o avanço da disseminação do vírus. Em Não Me Toque, a secretaria de educação, Eli Donatti, não encara o momento como dificuldade, mas como uma fase de readaptação.

-Não diria que enfrentamos dificuldades, mas sim passamos num processo de adaptação em que foi necessário conversar com a equipe diretiva das escolas, a coordenação pedagógica e com os professores, para que, juntos, encontrássemos uma forma de auxiliar os alunos. Nesta fase de pandemia, não contabilizamos mais os dias letivos, mas sim as horas. Precisamos registrar 800 horas de atividades, explicou a secretaria.

Para contabilizar as horas a escola tem contado com o auxílio dos pais.   O novo formato apresentado pela Secretaria de Educação é voltado para o digital.  De acordo com uma pesquisa realizada com os usuários do site de Nova Escola, a plataforma mais utilizada para se comunicar com a família neste momento de isolamento social é o WhatsApp (65,3%) e aqui na cidade professores também adaptaram-se a essa nova realidade.

Segundo a secretária Eli Donatti, os pais tem desempenhado um papel de extrema importância, pois eles estão ajudando os filhos a realizarem as atividades propostas pela escola por intermédio dos grupos de whatsapp. Ela explica que as adaptações também foram feitas na rotina dos pais, pois eles estão sendo fundamentais na formação dos filhos.

O monitoramento das atividades é feito pela Secretaria da Educação da seguinte forma: a escola está viabilizando horários flexíveis para os pais que trabalham retirarem o material na escola.  Além disso, tem feito toda a impressão dos conteúdos e explica que as postagem realizadas pela família tem contribuído para o relatório final que os professores precisam fazer de cada aluno no final do mês.

Segundo Eli Donatti, o recesso escolar, anteriormente sempre feito no mês de julho, não será realizado. Ela explicou que no início quando havia uma mobilização nacional com a Campanha “Fique em Casa” o município também parou por 15 dias e essas horas foram consideradas. Ela explicou que a escola juntamente com os professores estão planejando atividades práticas para os alunos, atividades mais voltadas para o lúdico.

 

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by