Bolsonaro anula nomeação de Alexandre Ramagem para comando da Polícia Federal

FOTO: Carolina Antunes/PR

Bolsonaro anula nomeação de Alexandre Ramagem para comando da Polícia Federal

Padre é preso por suspeita de tentativa de estupro contra menina de 12 anos
Confirmada primeira morte por novo coronavírus no Brasil
Ministério Público de Goiás interroga João de Deus por três horas

Em edição extra do Diário Oficial publicada no início da tarde desta quarta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro tornou sem efeito a nomeação de Alexandre Ramagem na diretoria-geral da Polícia Federal. A revogação ocorre na sequência da decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendendo a nomeação do delegado.  Em nota, a Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou que não irá recorrer da decisão.

O decreto assinado pelo presidente também torna sem efeito a exoneração de Ramagem do cargo de diretor da Agência Brasileira de Investigação (Abin). Com isso, ele volta à função que exercia até a semana passada.

A posse dos novos advogado-geral da União, José Levi Mello, e novo ministro da Justiça, André Mendonça, continua marcada para as 15h desta quarta-feira, no Palácio do Planalto. A posse do novo diretor-geral da Polícia Federal, que estava prevista para ocorrer na mesma solenidade, foi cancelada.

Veja a íntegra da nota da AGU

“A Advocacia-Geral da União informa que não irá apresentar recurso em face da decisão do STF que suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para a direção-geral da Polícia Federal em razão de decreto publicado na tarde desta quarta-feira (29) no DOU que revoga o ato.”

*Débora Cademartori - Gaúcha ZH.
Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by