Fórum para estimular jovens a permanecerem no campo

FOTO: Divulgação/Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal

Fórum para estimular jovens a permanecerem no campo

Implementos Agrícolas Jan decide dispensar apenas funcionários de outros municípios e que se enquadrem no grupo de risco
Irrigação por pivô será novidade nas Vitrines Tecnológicas da Abertura da Colheita do Arroz
Cotrijal realiza treinamento de boas práticas na aplicação de defensivos

Weslei Glienke, 19 anos, produtor de leite em Vitor Graeff, saiu do 9º Fórum do Jovem Cooperativista entusiasmado com as perspectivas que se abriram a partir do que ouviu no evento. Ele está concluindo o curso técnico em Agronegócio e fazendo estágio na área de produção vegetal da cooperativa e tem a expectativa de dar sequência ao negócio da família.

Além de Weslei, outros jovens que têm o campo no DNA participaram do fórum, no auditório central da Expodireto Cotrijal, na manhã de hoje, 6, que contou com palestras e apresentação de experiências de jovens produtores. “Vou contar em casa o que ouvi, as experiências, que nos estimulam a ficar no campo”, destacou o jovem.

Para Nei César Manica, presidente da Cotrijal, a atividade é uma forma de oportunizar conhecimento. “Qualquer atividade precisa de conhecimento, por isso que abrimos este espaço há nove anos”, salientou.

A primeira palestra foi conduzida por Giezi Schneider, executivo da Rede de Inovação Conecta, da Universidade de Passo Fundo, que desafiou os jovens a escolherem que papel querem ter dentro de um mundo conectado e de inovações.

Ele falou sobre a geração que está chegando nas propriedades rurais, a escolha de um lugar dentro dessa realidade, sobre identificar problemas que são realmente relevantes para alguém e a não olhar para a tecnologia como um fim nela mesma. Instigou-os a inovar de outras formas, não somente produzindo ou consumindo tecnologia, “e a olhar para o nada, para aquilo que possa ser inventado”.

“A minha sugestão é que vocês escolham o protagonismo, escolham escolher o que serve e o que não serve, o que devo e o que não devo. Não vamos acertar sempre, mas vamos buscar coisas úteis, escolhendo, selecionando de acordo com a nossa realidade, com a nossa condição”, finalizou.

Novidades para agregar

Rogério Raposo, gerente de produto da Hypercubes, falou sobre sua experiência como engenheiro agrônomo que percebia que a realidade não conseguia dar conta de todas as necessidades dos produtores. Com a empresa sediada no Vale do Silício, nos Estados Unidos, ele falou sobre o choque entre dois mundos, o que possibilita a criação de soluções e um olhar para frente.

A empresa está desenvolvendo um satélite com capacidade de obter informações detalhadas sobre a lavoura em tempo real e capaz de entregar essa análise para o produtor de forma remota. “Temos que olhar para frente, sim, mas não podemos esquecer de quem passou antes de nós, fez e conquistou. Podemos dar continuidade, com tecnologia que vem pra ajudar e dar mais praticidade ao nosso trabalho no campo”, argumentou.

A sucessão rural e a adoção de novas tecnologias

Ainda no fórum, dois jovens apresentaram suas experiências de trabalho no campo. Henrique Hummes, 33 anos, engenheiro agrônomo e ex-funcionário da Cotrijal, falou sobre a propriedade, que agora é gerida por ele e dois irmãos. Explicou sobre o que foi implementado, como soluções tecnológicas para aumentar e melhorar a produção, e elogiou a parceria com a Cotrijal, que garante assistência e assessoria comercial e gerencial.

Maiara Neuberger, 29 anos, também contou como a vida mudou quando decidiu se dedicar à produção leiteira na propriedade da família em Coqueiros do Sul. Com mão de obra totalmente familiar, a propriedade possui plantel total de 87 animais. Desde o investimento do sogro para que ela e o marido permanecessem no campo, todos os processos foram reformulados, como gestão de custos, manejos reprodutivos, nutricionais e sanitários, além do controle leiteiro, com a inclusão de tecnologias buscando sempre o aumento da produtividade e melhores condições de gerenciamento.

*Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by