Vacinação contra aftosa começa em 16 de março

FOTO: Fernando Dias/Ascom Seapdr

Vacinação contra aftosa começa em 16 de março

Reuniões de Núcleo da Cotrijal iniciam no dia 20 de janeiro
Retirada da vacina contra Aftosa no Rio Grande do Sul pode ampliar negócios entre Estados da região
Cotrijal realiza treinamento de boas práticas na aplicação de defensivos

A primeira etapa da campanha de vacinação da febre aftosa começa na próxima semana, em 16 de março, e vai até 14 de abril. Para evitar imprevistos, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) recomenda que os produtores procurem imunizar seus animais na segunda quinzena de março. “Assim, as empresas terão uma gestão adequada de seus estoques e evitarão a falta da vacina pela procura de última hora”, destaca o secretário Covatti Filho.

A etapa, que ocorre tradicionalmente em maio, foi antecipada de acordo com parecer do Ministério da Agricultura e faz parte da estratégia do Estado para ser declarado como livre de aftosa sem vacinação, a fim de obter, num segundo momento, o reconhecimento internacional dessa condição pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Em todo o Rio Grande do Sul, a expectativa é de que 12,6 milhões de animais sejam imunizados, entre bovinos e bubalinos de todas as idades. A dose da vacina segue a mesma das etapas anteriores, de 2 ml – a vacina passou a ser bivalente, permanecendo a proteção contra os vírus tipo A e O (removido tipo C).

Os produtores devem comprar as doses necessárias para a vacinação de seu rebanho em casas agropecuárias credenciadas pela Seapdr. Após, deverão comprovar a vacinação por meio da apresentação da nota fiscal até 22 de abril de 2020.

A partir de 16 de março, a movimentação de bovídeos só poderá ser realizada mediante vacinação prévia da propriedade, obedecidos os prazos de carência.

*Ascom Seapdr

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by