Decreto de emergência em Não-Me-Toque não será homologado pela Defesa Civil

Foto: Criselen Baldissera/Rádio 90.9 FM

Decreto de emergência em Não-Me-Toque não será homologado pela Defesa Civil

Implementos Agrícolas Jan decide dispensar apenas funcionários de outros municípios e que se enquadrem no grupo de risco
SLC Agrícola investe em inovação para garantir ganhos em eficiência
Irrigação por pivô será novidade nas Vitrines Tecnológicas da Abertura da Colheita do Arroz

Foi decretada no dia 23/01 em Não-Me-Toque situação de emergência, devido às perdas com relação a estiagem. Para isto, a Defesa Civil esteve realizando um levantamento no município e arredores para constatar tal situação.

Tendo em vista de que a legislação em vigor tem seu foco voltado às pessoas, ou seja, danos humanos, importa ressaltar que para a decretação de Situação de Emergência, especificamente por estiagem, o município deverá comprovar que adotou medidas preventivas e de resposta.

No presente caso, seria considerado passível de homologação para a busca de recursos se houvesse falta no fornecimento de água potável à comunidade, necessitando ajuda de caminhões pipas, distribuição de bombonas de água, perfuração de poços artesianos, entre outras medidas necessárias e que tivesse afetado gravemente a população. Outro caso também seria se pessoas tivessem ficado enfermas, ou alunos tivessem suas aulas suspensas por conta da estiagem.

Desta forma, o município de Não-Me-Toque não se enquadrou nos requisitos necessários para homologação e destinação de recursos para reparar os danos, que foram considerados apenas econômicos.

Ouça a entrevista com o Major Ricardo Mattei da Defesa Civil
Estadual e Pedro Nienow Coordenador Municipal da Defesa Civil:

*Departamento de Jornalismo Rádio 90.9FM – Tanisa Moura

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by