Assinada renovação de contrato com Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo

Assinada renovação de contrato com Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo

Polícia Federal deflagra operação e fecha seis rádios piratas em São Paulo
Mulher é presa por suspeita de maus-tratos a bebê de 2 meses em Rio Grande
Auxílio Emergencial: 5,7 milhões recebem o benefício nesta quarta; veja calendários

Foi assinada na sexta-feira (27/9) a renovação do contrato do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, com o Estado. Esse é o maior hospital contratualizado com a Secretaria da Saúde (SES) no Interior, com mais de 600 leitos, sendo 479 destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Para o atendimento a uma população que alcança até 300 municípios serão repassados, por ano, mais de R$ 147 milhões à entidade, dos quais R$ 25 milhões em recursos estaduais e o restante oriundos do Ministério da Saúde.

O novo contrato traz como novidade a adesão do hospital ao plano regional da Rede Cegonha, que impactou em um incremento de R$ 3,1 milhões por ano à entidade em recursos federais. No local, são mais de 4 mil partos no ano. Na área da obstetrícia, o governo do Estado também aplica no hospital R$ 978 mil anuais pelo fato de o local ter atendimento a gestantes de alto risco e como financiamento da rede de partos e nascimentos.

A assinatura ocorreu na presença do presidente do hospital, José Miguel Rodrigues da Silva, e do superintendente-executivo, Ilário Jandir de David. Na oportunidade, a secretária Arita Bergmann fez questão de parabenizar todos os mais de quatro mil funcionários da entidade, que completou 100 anos de história em 2018.

“Leve para toda a sua equipe a admiração da Secretaria da Saúde. Mesmo com esse grande volume de atendimentos, os funcionários garantem a todos a melhor acolhida, atendimento e resolutividade”, afirmou.

O superintendente agradeceu a saudação e lembrou que o ato ocorre coincidentemente neste 27 de setembro, que é o dia do padroeiro que leva o nome do hospital. Ele adiantou ainda que o hospital está com projetos para a criação de uma nova área para atendimento oncológico pediátrico e um ambulatório específico para a população indígena da região.

Por parte da SES, também acompanharam a agenda a secretária-adjunta Aglaé Silva, a diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial, Lisiane Fagundes, e do diretor da Auditoria Médica, Bruno Naundorf.

*Ascom SES
Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by