Susepe ainda busca verba para recuperar 64 vagas do Presídio Estadual de Carazinho

Susepe ainda busca verba para recuperar 64 vagas do Presídio Estadual de Carazinho

Caso suspeito de coronavírus é descartado em Ibirubá
Amasbi e Avasb realizam reunião conjunta durante a Exposol 2019
Sicredi apoia iniciativas de combate à Covid-19

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) ainda se organiza para definir de onde sairá o dinheiro para arcar com os danos aos presídios gaúchos causados por uma série de incêndios no primeiro semestre. Entre janeiro e abril, foram perdidas pelo menos 570 vagas masculinas do semiaberto gaúcho em oito incêndios, o que representou perda de 12,4% no total de vagas construídas na história do sistema prisional do Rio Grande do Sul.

Segundo a Susepe, os orçamentos de todas as reformas estão prontos e foram enviados para os diretores dos presídios, que agora entram em contato com empresários, Judiciário e conselho das comunidades. O objetivo é tentar arcar localmente com os custos, por meio de parcerias. Caso não seja possível, o órgão deverá fazer licitação e os custos serão todos do Estado. Não há expectativa de data para que o processo seja finalizado.

A Susepe prefere não divulgar os valores que foram orçados por causa do possível processo licitatório. O órgão, no entanto, confirma que até o momento nenhuma das vagas foi recuperada.

Ao todo, o Rio Grande do Sul teve 10 incêndios em cadeias nos quatro primeiros meses do ano. Dois desses não causaram a perda de vagas nos presídios.

 Em Carazinho, o Instituto em anexo do Presídio Estadual de Carazinho, ainda aguarda a reconstrução e uma resposta da Susepe, após um incêndio de grandes proporções ter atingido  os dois alojamentos da ala masculina. O alojamento que abrigava as mulheres não chegou a queimar, mas ficou com a fiação comprometida.
O prédio não tem condições de ser utilizado e está sem luz e água.
FONTE: Gaúcha ZH
Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by