Petroleiros desafiam Justiça e iniciam greve em refinarias

Petroleiros desafiam Justiça e iniciam greve em refinarias

Confira a previsão do horóscopo de cada signo para esta sexta-feira
Adotar cães dá até 50% de desconto no IPTU em cidade do Paraná
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 10 milhões

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou, por meio de redes sociais, que a greve da categoria começou nos primeiros minutos desta quarta-feira (30)  apesar de o Tribunal Superior do Trabalho (TST) ter considerado o movimento ilegal na véspera.

— Não vamos arregar para a Justiça do Trabalho — disse o coordenador geral da FUP, José Maria Rangel, em vídeo distribuído pela entidade. — A greve está mantida.

Comunicado da FUP publicado pouco depois da 1h relata que os funcionários “não entraram para trabalhar” nas refinarias de Manaus (Reman), Abreu e Lima (Pernambuco), Regap (Minas Gerais), Duque de Caxias (Reduc), Paulínia (Replan), Capuava (Recap), Araucária (Repar), Refap (RS), além da Fábrica de Lubrificantes do Ceará (Lubnor), da Araucária Nitrogenados (Fafen-PR) e da unidade de xisto do Paraná (SIX).   Também confirmam greve na Bacia de Campos.

Os petroleiros decidiram parar as atividades por 72 horasem solidariedade ao movimento dos caminhoneiros e para pedir a destituição de Pedro Parente do comando da estatal, entre outras reivindicações.

O TST tomou a decisão de declarar ilegal a greve por causa de sua “natureza político-ideológica”. O tribunal estipulou multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento da ordem.

FONTE: Gaúcha Zh

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by