Em encontro com Mujica, Lula inicia caravana no Sul do país

Em encontro com Mujica, Lula inicia caravana no Sul do país

Mega-Sena pode pagar R$ 9 milhões nesta quarta-feira
Enem 2019 recebe 5 milhões de inscrições; prazo termina nesta sexta
Bolsonaro fará pronunciamento hoje às 20h30

O ex-presidente Lula iniciou nesta segunda-feira a sua caravana de cinco dias pelo Rio Grande do Sul, a quarta que realiza pelo país desde o ano passado. Lula visitará 19 municípios gaúchos até sexta-feira. Ao chegar em Bagé, o ex-presidente foi recebido por militantes e enfrentou protestos de manifestação contrária à sua presença na cidade.

 De cima de um trio elétrico onde conseguia ver o protesto contra ele – que contou até com um boneco de Lula em uma cela –, o ex-presidente exaltou os investimentos feitos pelos governos petistas em educação e criticou a manifestação organizada pelo que chamou de “direita fascista”, que não conseguiu impedir que o ex-presidente chegasse até a Universidade Federal do Pampa.

 “Sinceramente, não esperava que nossa passagem por Bagé fizesse com que a direita fascista reclamasse junto ao MP que eu não pudesse fazer ato na universidade”, disse. “Essas pessoas deveriam ter feito o protesto quando viemos criar a universidade.” A Unipampa foi criada durante o segundo mandato de Lula.

 A manifestação teve apoio de entidades de produtores rurais e de comerciantes locais. Coube à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no mesmo caminhão em que Lula discursou, marcar a oposição ao protesto dos ruralistas. “Nós fomos o governo que mais deu recursos para os produtores rurais no país inteiro”, disse Dilma, afirmando que as gestões petistas também contribuíram com os pequenos agricultores e assentados por medidas de reforma agrária.

De Bagé, Lula seguiu para Santana do Livramento, onde encontrou, para uma conversa pública, o ex-presidente uruguaio e atual senador José Pepe Mujica. O encontro ocorreu na Praça Internacional, na Fronteira da Paz, área que abrange também a cidade uruguaia de Rivera. Ao lado de Lula, Mujica disse que a militância não terá o petista “eternamente”.

FONTE: CR POVO

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by