Mais de 150 Cadastros Ambientais Rurais – CAR já foram realizados no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Não-Me-Toque

Mais de 150 Cadastros Ambientais Rurais – CAR já foram realizados no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Não-Me-Toque

Carazinho registra 12 novos casos de Covid-19
Não-Me-Toque perderá 2 profissionais Cubanas
Prefeitura de Não-Me-Toque terá horário estendido para retirada do IPTU

O Cadastro Ambiental Rural – CAR é um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais, que tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente – APP, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.

Há mais de um mês, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Não-Me-Toque vem realizando o Cadastro Ambiental Rural – CAR. Segundo o presidente do Sindicato, Pedro Paulo Ninow, até o momento mais de 150 cadastros já foram realizados. Entre os documentos necessários para fazer o cadastro estão, a escritura da terra, Imposto Territorial Rural – ITR e os documentos pessoais.

Antes do decreto assinado pelo governador José Ivo Sartori, no dia 23 de junho, o Código Florestal não considerava características específicas do bioma Pampa — que ocupa 63% do território gaúcho (o restante é Mata Atlântica). A indefinição das regras para a vegetação presente em 18 milhões de hectares travou o preenchimento do cadastro. Segundo Pedro, na região do Alto Jacuí, o cadastro é feito nos dois biomas. Já em Não-Me-Toque, somente no bioma Atlântica.

Criado pela Lei 12.651/2012 no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente, o CAR se constitui em base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais. O mesmo deverá ser feito até o dia 05 de maio de 2016.

Questionado sobre o custo do Cadastro, Pedro afirmou que os valores serão divulgados pessoalmente, mas ressaltou que a diferença de preços para associados e não associados do Sindicato. Segundo ele, o CAR se tornará um documento obrigatório para a realização da licença ambiental e financiamentos agropecuários.

Produção: Departamento de Jornalismo da Rádio 90.9 FM

Os comentários de terceiros são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by